Inglaterra

Baldric, cria de Mithras. Havia se tornado o Primeiro Príncipe de Eboracum, colônia fundada em 71 d.C. pelos Romanos. Eboracum era a sede da Nona Legião e cresceu rapidamente, se tornando uma das grandes cidades do Britânia, disputando influência com Londinium. Em 402, Baldric foi destruído por um grupo de lobisomens nos arredores de York, quando voltava de uma viagem a Londinium.

Mordrwin, cria de Baldric. Mordrwin, o Celta, foi abraçado em 390 d.C., por Baldric, o Bravo. Um Chefe de Guerra da Bretanha, ele impressionou o próprio Mithras, um vampiro ancião que havia chegado à Inglaterra com os conquistadores Romanos. Foi Mithras quem ordenou que Baldric abraçasse Mordrwin.
Eboracum ficou sem Príncipe durante um século, até que Mordrwin retornou a Eboracum com a leva de imigrantes Anglos que ocupou o norte da atual Inglaterra no século V. Os anos se passaram, Os Anglos e depois os Vikings dominaram Eboracum, que passou a ser conhecida por York. Mordrwin continuou como Príncipe até entrar em torpor em 868, sendo sucedido por Ember, sua cria. Quando Ember foi destruído por Assamitas, Mordrwin, que havia levantado do torpor, reassumiu o Principado de York.

Ember, cria de Mordrwin. Ember foi príncipe de York até ser assassinado por dois Assamitas em 1215. Os Assamitas foram destruídos, mas o mandante do assassinato nunca foi descoberto. Uma disputa pelo Principado se instaurou entre duas crias de Ember, Richard e, irmãos de Cavendish.

Richard, cria de Ember – nomeado Chamberlain de York. O mais velho entre as crias de Ember. Disputou com Henry o Principado após a morte de seu sire, mas foi Mordrwin quem acabou retornando e assumindo o poder. Richard se tornou o Senescal de Mordrwin.

Henry, cria de Ember – Principe de Towton, ao Sul. O mais novo das crias de Ember tornou-se príncipe de Towton, ao sul de Lavincor.

Inglaterra

Ofício de Trevas: Renascença Ronaldo