Constantinopla

Shakir al-Ghazi – Califa Assamita. Conhecido por seu ódio contra os cainitas europeus, declarou que a ordem de Haquim de julgar os pecadores deveria ser levada à Europa. Desde então, os guerreiros Assamitas tem levado a cabo uma caçada de sangue por toda a Europa contra os anciões dos outros clãs.

Malatesta – Lorde Tremere. Era o mago Tremere mais poderoso da Itália. Parece ter caído em desgraça entre o clã após a queda de Goratrix, seu sire, e foi enviado a Constantinopla, pois um Tremere duraria pouco tempo numa cidade governada pelos Assamitas. Tem quase meio século como vampiro e mais meio século como mago humano antes de ter sido abraçado, o que lhe dá uma combinação de poder muito maior que um vampiro da mesma idade e geração.

Kara Mustafa – Guerreiro Assamita. É um dos protetores da cidade de Constantinopla, impondo a lei do Sultão à Irmandade.

Anna Commena – vampira grega, pertencente ao clã Ventrue. Era descendente de Antonius, o Ventrue, cuja família governava Constantinopla na época do Império Bizantino. Se converteu ao Islamismo e jurou lealdade ao Sultão após a queda da cidade em 1453. É uma das poucas Cainitas da época anterior ao domínio otomano.

Abdul Ibn Habel – Assamita seguidor da Jihad declarada pelo Califa e que está em Constantinopla, seguindo as notícias que correm pela cidade. Na verdade, é um disfarce de Issan Habin para que este possa agir sem levantar suspeitas sobre si.

Yusuf Tuhan – Assamita pertencente à casta dos Magos. Adivinho e Conselheiro do Sultão. Um dos Filhos de Haquim mais influentes de Constantinopla.

Hadim e Damat – crias de Musa. Chegaram a Constantinopla após descobrirem os boatos sobre a existência de um poderoso ancião Tremere na cidade, decididos a destruí-los mesmo se para isso tivessem de desobedecer a lei do Sultão. Entretanto, os dois falharam em sua missão, ao tentar invadir o refúgio do ancião Tremere e foram capturados por este.

Malachite – A Rocha de Constantinopla. Ancião Nosferatu. É o mais antigo habitante de Constantinopla. Dizem que era um renomado estudioso do séc V, de nome Malaquias, que atraiu as atenções dos Cainitas de Constantinopla. Tanto as Casas Obertus quanto Magnus, duas poderosas Casas Vampíricas, pediram permissão a Michael para abraçar Malaquias. Por muito tempo o Senhor de Constantinopla postergou sua decisão, mas finalmente decidiu por permitir que os Tzimiscie Obertus abraçassem Malaquias. Poucos dias antes da cerimônia, entretanto, Malaquias foi abraçado por um Nosferatu. Muitos achavam que a culpa era de Magnus, o Lasombra, por ter sido preterido. Malaquias foi então adotado pelo próprio Michael, e terminou por se tornar líder de uma das Casas de Constantinopla. Assistiu as duas quedas da cidade (para os Cruzados em 1204, e para os turcos em 1453).

Karim – guarda-costas do Sultão, protetor da cidade de Constantinopla. Cria do Barão Gangrel, antigo Guardião de Constantinopla que foi destruído em 1204. Após o saque dos Cruzados, Karim vagou pela Ásia Menor e Balcãs. Quando a cidade caiu ante os turcos, Karim, ele próprio de descendência turca, voltou a Constantinopla e jurou lealdade ao novo Sultão.

Myka Vykos – Tzimiscie, cria de Gesu. Tem uma aparência que chama a atenção por ser levemente surreal. Suas tatuagens parecem se mexer em sua pele. Influente entre a Família Obertus, os descendentes do Dracon.

Valerius – Regente da Capela Tremere de Constantinopla. Mago italiano que anteriormente serviu na Capela de Roma.

Constantinopla

Ofício de Trevas: Renascença Ronaldo